Por que o registro?

A profissão de Estatí­stico foi oficializada através da Lei Federal Nº 4.739, de Julho de 1965, e regulamentada pelo Decreto Federal Nº 62.497, de Abril de 1968.
Para habilitar-se legalmente ao exercício da profissão, é necessário requerimento ao Presidente do Conselho de sua região e pagamento de taxas e anuidades, para então obter o registro e a Carteira de Identidade Profissional. Recém formados têm direito ao registro gratuito e provisório, com validade de três meses a partir da data de sua colação de grau.
Empresas que oferecem serviços compreendidos no campo ou atividade profissional da Estatística também devem efetuar seu Registro PJ Principal no CONRE da jurisdição onde funcionam e possuem sede, e Registro Secundário onde funcionam e/ou tem filiais/escritórios.
O registro profissional é o cadastramento definitivo dos brasileiros e estrangeiros possuidores de diploma de conclusão de curso superior em Estatística ou curso técnico de nível médio.

SOU PROFESSOR UNIVERSITÁRIO DE ESTATÍSTICA. SOU OBRIGADO A ME INSCREVER?

Segundo o parecer da AGU: “Os Professores de Ensino Superior, enquanto tais, não estão, legalmente, sujeitos ao registro nos Conselhos Regionais, respectivos, sendo de ver que o artigo 8º da Lei nº 4.739/65, que dispõe sobre a profissão de estatístico, apenas atribui, a este, qualificação par vir a exercer o magistério das disciplinas de estatística, sem prejuízo, todavia, da legislação especificamente aplicável ao provimento e exercício do magistério superior, onde não se contém a exigência de registro profissional.”